Copy

06/2015
Notícias









Preparação da candidatura ao reconhecimento do Cluster Habitat Sustentável 2015-2020

Decorreram durante os meses de Junho e Julho uma serie de reuniões dos associados do Cluster Habitat Sustentável, com vista à preparação da candidatura ao reconhecimento enquanto Cluster de competitividade para o período 2015-2020 no âmbito do despacho governamental nº 2909/2015.


Estas reuniões permitirão construir o programa de ação do Cluster com base nos contributos diversos dos associados, reflectindo as suas necessidades estratégicas. O prazo de candidatura termina a 24 de Julho. 
 

 
Para mais informações ou adesão ao processo contacte-nos através do centrohabitat@centrohabitat.net 
Atividade dos Associados 













Gyptec Ibérica - Formação em contexto de obra

Realizou-se no dia 26 de junho na Escola Superior de Tecnologia do IPCB a formação teórico-prática “Soluções de Reabilitação para Envolventes – Aplicação de placas Gypcork”, promovida pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco em parceira com a Gyptec Ibérica e a Amorim Isolamentos.  
Durante a formação teórica foram abordadas as vantagens da utilização do aglomerado de cortiça expandido 100% natural da Amorim Isolamentos, e as potencialidades das ferramentas de apoio à prescrição e à instalação de sistemas em placas de gesso da Gyptec Ibérica.  

Na parte prática da formação a Gyptec aceitou o desafio do Instituto Politécnico de Castelo Branco e avançou com a reabilitação de uma parede existente na escola, parede a qual, que se encontrava totalmente degradada e a necessitar de uma intervenção pelo interior.  

A reabilitação desta parede permitiu mostrar aos participantes a flexibilidade da solução, e fazer uma análise pormenorizada da sua execução em contexto de obra, pois possuía algumas características técnicas e cuidados específicos bastante usuais nas construções a reabilitar, nomeadamente a existência de várias janelas e de uma viga saliente.

Poderá ver a noticia completa aqui









 
DEBATE AO JANTAR "CENTRO 2020 - Aproveitar Capacidades, Captar Oportunidades"

O Programa Operacional Regional do Centro constitui por si só uma importante ferramenta de trabalho para o tecido empresarial e institucional atendendo às inúmeras oportunidades de melhoria e geradoras de negócio que daí advêm.

Assim e considerando o elevado impacto que o Centro 2020 tem na Região e no país, a AIDA - Associação Industrial do Distrito de Aveiro entendeu ser pertinente a realização de um Debate ao Jantar subordinado ao tema, sendo os empresários e gestores das empresas os principais destinatários da iniciativa.

Nesse sentido, muito honraria à AIDA poder contar com a presença de V/ Exª no Debate ao Jantar "CENTRO 2020 - Aproveitar Capacidades, Captar Oportunidades", que irá acontecer a 10 de Julho, pelas 19h00, na Escola de Artes e Ofícios de Ovar.

O evento a realizar em parceria com o Município de Ovar terá como convidados Ana Abrunhosa, Presidente da CCDR-C e Mira Amaral, Presidente Executivo do Banco BIC, na qualidade de oradores e Salvador Malheiro, Presidente do município de Ovar como moderador.

Ficha de Inscrição



















Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP) Elevadores

Como complemento ao Sistema de Certificação Energética de Edifícios (SCE), a ADENE desenvolveu o Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP) que visa informar os consumidores sobre o desempenho energético de produtos que ainda não se encontram abrangidos pelas diretivas de ecodesign e etiquetagem energética regulados pela Comissão Europeia. O sistema assenta numa plataforma eletrónica acessível através do endereço www.seep.pt onde interagem os diferentes intervenientes do processo. A plataforma atua como um portal onde estarão disponibilizados vários conteúdos que abordem aspetos importantes sobre os produtos abrangidos tais como dados técnicos e ensaios relevantes para a sua caracterização. O primeiro produto deste sistema foi a janela, sendo o próximo o elevador. Espera-se que em breve sejam incluídas as escadas e os tapetes rolantes.

Porquê os elevadores? O elevador pode representar entre 3 a 5% do consumo de energia de um edifício, pelo que é importante conhecer em detalhe o seu valor e identificar a melhor forma de promover a eficiência energética destes equipamentos. 
A partir da entrada em vigor do Decreto-Lei 118/2013, de 20 de agosto de 2013, com a publicação da portaria 349-D/2013 de 2 de dezembro que estabelece os requisitos de conceção relativos à qualidade térmica da envolvente e à eficiência dos sistemas técnicos dos edifícios novos, dos edifícios sujeitos a grande intervenção e dos edifícios existentes, no seu ponto 11, nos novos edifícios de serviços ou sujeitos a grandes reabilitações, tornou-se obrigatório o cálculo do desempenho energético do elevador e a sua instalação deve cumprir com o requisito mínimo de classe C. A partir de 1 de janeiro de 2016 este requisito sobe para a classe B e deve ser comprovado através da emissão de uma etiqueta energética que deve ser afixada no elevador.

A ADENE, através do seu sistema de etiquetagem energética, desenvolveu um Guia de Etiquetagem Energética, que permite às empresas efetuar auditorias energéticas de acordo com a norma internacional e, ainda, conhecer os parâmetros que influenciam a classe energética.

Saiba mais em www.seep.pt















O ITeCons e a ANQIP desenvolvem projeto no âmbito das alterações climáticas

PROJETO |Adoção de medidas de adaptação às alterações climáticas no sector industrial e dos serviços|

O projeto prevê o desenvolvimento de uma rede de conhecimento e experiência com vista ao diagnóstico, estudo e à consequente adoção de medidas de adaptação às alterações climáticas no setor industrial e dos serviços, com enfoque no edifício e respetivas envolventes (e.g. resiliência de estruturas e infraestruturas, drenagem de águas pluviais, eficiência energética e hídrica, ...

Neste sentido, O ITeCons e a ANQIP envolver-se-ão em ações de campo, nomeadamente visitas, auditorias e peritagens técnicas, junto de entidades que demonstrem essa disponibilidade e que reúnam infraestruturas adequadas aos objetivos de estudo deste projeto. Pretende-se que estas ações de diagnóstico englobem não apenas edifícios industriais e de serviços, mas, simultaneamente, parques e zonas industriais.

A informação recolhida servirá de base ao desenvolvimento de ferramentas de apoio e estabelecimento de medidas de adaptação às alterações climáticas, tendo em atenção as variáveis criticas envolvidas. Estes conteúdos serão disponibilizados na plataforma proposta com o objetivo de sensibilizar o tecido empresarial (indústria e serviços) para a necessidade de proceder à avaliação de riscos e vulnerabilidades associadas a fenómenos climáticos extremos e de adotar medidas de adaptação, apoiadas na transferência de tecnologia e na partilha de conhecimento. 

Mais informações aqui












Workshop de Verão: Técnicas Tradicionais para Intervenção em Edifícios Históricos
De 20 a 26 de julho 2015, ERMIDA DE SÃO JOSÉ - Mata do Buçaco


A UMBELINO MONTEIRO em parceria com a Fundação da Mata do Buçaco e a Universidade de Aveiro estão a organizar o Workshop de Verão: Técnicas Tradicionais para Intervenção em Edifícios Históricos, o qual irá decorrer de 20 a 26 de julho na Ermida de São José situada na Mata do Buçaco.

O Workshop terá uma forte componente prática visando a intervenção nos seguintes elementos da construção: alvenaria, cobertura e revestimentos. Desde a fase de diagnóstico, passando pela fundamentação das metodologias de intervenção e sua implementação ter-se-á a possibilidade de conhecer, contactar e aplicar as técnicas ancestrais de construção (especificamente as aplicadas no século XVII) e consequente reparação face à ação de uma catástrofe natural.
Ressalve-se que a recuperação da Ermida de São José será realizada com a telha UM CANUDO BUSSACO na capa e na bica a telha UM CANUDO SINTRA. Esta tonalidade teve como base de desenvolvimento a traça original do edifico e enquadramento geográfico e histórico do edifício.

Inscrições através do email patrimonio@fmb.pt ou telefone 231 937 000.




A CEIFA ambiente Lda é agora CEIFAcoop

Tendo a empresa CEIFA ambiente Lda encerrado a sua atividade em Janeiro deste ano, a sua equipa resolveu fundar uma cooperativa sem fins lucrativos cujo nome é CEIFAcoop  - Cooperativa de Estudos, Investigação e Formação Ambiental, CRL.. A CEIFAcoop é a herdeira natural da CEIFA ambiente Lda, tanto em termos pessoais, como em relação aos objetivos, formas de trabalho e leque de serviços que oferece.

Mais informações: www.ceifacoop.pt .











A Passive House como solução para os edifícios com necessidades quase nulas de energia (NZEB)

A Associação Passivhaus Portugal, na sua missão de contribuir para a independência energética e sustentabilidade de Portugal, apresenta a Passive House como a solução óptima para os edifícios com necessidades quase nulas de energia (NZEB – Nearly Zero Energy Building) em Portugal, que serão obrigatórios a partir de 1 de Janeiro de 2019 nos edifícios públicos e a partir de 1 de Janeiro de 2021 nos edifícios particulares, de acordo com a Directiva 2010/31/EU - Directiva Europeia sobre o Desempenho Energético dos Edifícios (EPBD).

Na Passive House as fontes de energia renováveis são o complemento ideal da eficiência energética do edifício. Nesse sentido e respondendo perfeitamente à definição geral do NZEB, foi definida pelo Passivhaus Institut, sediado em Darmstadt na Alemanha, a classe Passive House Plus que entra em consideração com a produção local e renovável de energia.
As necessidades de energia primária renovável (PER), considerando o contributo das fontes renováveis de energia no factor de energia primária de cada país ou região, estão limitadas a 45 kWhPER/(m²*a) e a produção local de energia terá de ser igual ou superior a 60 kWhPER/(m²implantação*a).

O comunicado pode ser consultado na íntegra aqui:
http://passivhaus.pt/images/comunicacao/20150626-comunicado-Associacao-Passivhaus-Portugal.pdf



CTCV com ensaios reconhecidos pelo organismo de certificação DINCERT 

Após a obtenção da acreditação pelo IPAC para realização de Ensaios a Coletores Solares Térmicos, de acordo com a EN ISO 9806:2013 e a integração no grupo Solar Keymark (onde se encontram os organismos de certificação, organismos de inspeção  e os laboratórios reconhecidos a nível mundial para os coletores solares térmicos), o Laboratório de Sistemas de Energia do CTCV vê agora os seus ensaios reconhecidos pelo organismo de certificação DINCERT para a realização de ensaios a Coletores Solares Térmicos de acordo com a ISO 9806 e EN 12875. De referir que o DINCERT é o organismo de certificação de Coletores Solares Térmicos com mais certificados emitidos em todo o mundo.
















 
No ano em que comemora 50 anos a Reynaers Aluminium investe fortemente na expansão Nacional e Internacional 

A Reynaers Aluminium anunciou uma ambiciosa operação de expansão e simultaneamente fortaleceu a sua capacidade logística e de produção para atender à demanda do crescimento. A empresa comemora o seu 50º aniversário este ano, e quer abrir o caminho para expansão sustentável, nomeadamente com a alavancagem da sua capacidade de Inovação e Desenvolvimento. Para tal, vai concentrar esforços na integração da tecnologia digital de ponta no desenvolvimento e teste de novos sistemas.

Com os recentes investimentos da Reynaers 'em soluções inovadoras e sustentáveis de alumínio e a sua expansão geográfica em grande escala’, a empresa planeia continuar a trilhar um caminho de sucesso. A Reynaers prevê aumentar o seu atual volume de negócios de 330M€ para 500M€, em 2020. Com este objetivo, vai investir mais de 50M€, metade dos quais dedicados à expansão e renovação da sua sede em Duffel.

"A indústria da construção é por sua própria natureza conservadora, mas não deve ignorar as últimas evoluções tecnológicas e arquitetónicas. É crucial para nós abraçar a inovação, a fim de prosseguir com o nosso crescimento de forma sustentável. Portanto, não investimos só em novos edifícios e na capacidade logística e de produção, mas também na integração de aplicações digitais e tecnologia em I&D, medição, ensaio e processos de fabrico. Ao fazê-lo estamos a assegurar que os nossos sistemas, no futuro, continuam a responder às exigências de alta qualidade e design que o setor de construção impõe cada vez mais", diz Martine Reynaers, CEO da Reynaers Aluminium.









1ª Passive House Certificada em Portugal, no sector do turismo

Passou no teste de estanquidade ao ar (Blower Door Test) com um valor de 0,41 (o valor tinha de ser inferior ou igual a 0,60)
n50 [h-1] = 0,41

A inauguração está prevista para Julho deste ano.

 

A obra localiza-se na rua Arrais Ançã, Praia da Costa Nova, freguesia da Gafanha da Encarnação, Ílhavo
Notícias Cluster Habitat Sustentável 












































Candidaturas em Aberto - Portugal 2020

SI I&DT - Investigação e Desenvolvimento Tecnológico - Individual
Data de início: 01-07-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015

SI I&DT - Protecção direitos de propriedade industrial - Individual
Data de início: 03-07-2015  |  aberto em continuo 

SI Qualificação PME
Data de início: 02-07-2015  |  Data de encerramento: 18-09-2015 (2ª fase)

SI Internacionalização PME
Data de início: 02-07-2015  |  Data de encerramento: 18-09-2015 (2ª fase)

SI Inovação Empresarial - Inovação Produtiva - Individual 
Data de início: 02-07-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015 (2ª fase)

SIAC - Sistema de Apoio a Ações Colectivas - Internacionalização
Data de início: 03-07-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015

PO ISE | Apoios à Contratação Iniciativa Emprego Jovem
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015

PO ISE | Emprego Jovem Ativo
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015
 
PO ISE | Estágios Iniciativa Emprego Jovem
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015

PO ISE | Apoios à Contratação para Adultos
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015

PO ISE | Estágios para Adultos
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 30-09-2015

PO SEUR | Aquisição de Meios Aéreos Pesados para Combate a Incêndios
Data de início: 29-05-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015

PO SEUR | Estudos Necessários para Melhorar e Complementar os Critérios de Classificação das Massas de Água a Nível Nacional (Continente)
Data de início: 28-05-2015  |  Data de encerramento: 15-07-2015


Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico | Internacionalização de I&D - Projetos Individuais
Datas: regime contínuo

Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico | Projetos em Regime Contratual de Investimento  - Projetos em Co-promoção
Datas: candidaturas em contínuo

Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT)
Data de início: 17-03-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015

Sistema de Incentivos "Inovação Produtiva" - Regime Contratual de Investimento (RCI)  
Data de início: 17-03-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015

Sistema de Incentivos | "Qualificação das PME" - Vale Inovação
Este concurso tem 5 fases sendo que a receção de candidaturas em cada fase encerra às 19h00 do dia definido como encerramento. A  partir dessa hora as candidaturas são incluídas na fase seguinte. 

FASE I - Data de início: 15-05-2015  |  Data de encerramento: 15-06-2015 (19h00)

FASE II - Data de início: 15-06-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015 (19h00)

FASE III - Data de início: 31-08-2015  |  Data de encerramento: 31-10-2015 (19h00)

FASE IV - Data de início: 31-10-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015 (19h00)

FASE V - Data de início: 31-12-2015  |  Data de encerramento: 31-03-2016 (19h00)

Sistema de Incentivos | "Internacionalização das PME" - Vale Internacionalização
Este concurso tem 5 fases sendo que a receção de candidaturas em cada fase encerra às 19h00 do dia definido como encerramento. A  partir dessa hora as candidaturas são incluídas na fase seguinte. 

FASE I - Data de início: 15-05-2015  |  Data de encerramento: 15-06-2015 (19h00)

FASE II - Data de início: 15-06-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015 (19h00)

FASE III - Data de início: 31-08-2015  |  Data de encerramento: 31-10-2015 (19h00)

FASE IV - Data de início: 31-10-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015 (19h00)

FASE V - Data de início: 31-12-2015  |  Data de encerramento: 31-03-2016 (19h00)

Sistema de Incentivos| "Empreendedorismo Qualificado e Criativo" - Vale Empreendedorismo
Este concurso tem 5 fases sendo que a receção de candidaturas em cada fase encerra às 19h00 do dia definido como encerramento. A  partir dessa hora as candidaturas são incluídas na fase seguinte. 

FASE I - Data de início: 15-05-2015  |  Data de encerramento: 15-06-2015 (19h00)

FASE II - Data de início: 15-06-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015 (19h00)

FASE III - Data de início: 31-08-2015  |  Data de encerramento: 31-10-2015 (19h00)

FASE IV - Data de início: 31-10-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015 (19h00)

FASE V - Data de início: 31-12-2015  |  Data de encerramento: 31-03-2016 (19h00)

Sistema de Incentivos| "Investigação e Desenvolvimento Tecnológico" - Vale I&D
Este concurso tem 5 fases sendo que a receção de candidaturas em cada fase encerra às 19h00 do dia definido como encerramento. A  partir dessa hora as candidaturas são incluídas na fase seguinte. 

FASE I - Data de início: 15-05-2015  |  Data de encerramento: 15-06-2015 (19h00)

FASE II - Data de início: 15-06-2015  |  Data de encerramento: 31-08-2015 (19h00)

FASE III - Data de início: 31-08-2015  |  Data de encerramento: 31-10-2015 (19h00)

FASE IV - Data de início: 31-10-2015  |  Data de encerramento: 31-12-2015 (19h00)

FASE V - Data de início: 31-12-2015  |  Data de encerramento: 31-03-2016 (19h00)


Para saber mais sobre os avisos de abertura, consulte - https://www.portugal2020.pt/Portal2020/Candidaturas-abertas

Sede: Curia Tecnoparque, 3780-544 Tamengos
Delegação: Dep. Eng. Cívil, Universidade de Aveiro, 3810-193 - Aveiro
Tel: (234) 401576
Fax: (234) 370094

 
unsubscribe from this list    update subscription preferences