Copy
 


oasrs.org
ordem dos arquitectos
secção regional sul
newsletter mensal
nº26, Julho, 2016

 
Concurso c.a.s.a. Pós-catástrofe: Candidaturas até 29 de Agosto
 

É o concurso que vai manter os arquitectos ocupados este verão. Resulta de uma parceria entre a OASRS e a Área Metropolitana de Lisboa e foi lançado no passado dia 23 de Junho. É o segundo concurso temático do Programa escolha-arquitectura e o primeiro a estrear a Plataforma da Encomenda, com uma tramitação integralmente digital. O objectivo é abordar os desafios que se colocam num cenário pós-catástrofe. Já concorreu?

 
 
 
concursos
 
 

Concurso público internacional
Reformulação da praça de Espanha, Madrid 

 
 
 
Propostas até 9 Setembro

— Ler mais

 
 
 

Concurso público internacional 
Nova imagem para a estação de metro de Chueca, Madrid

 
 
 
Propostas até 1 Setembro

— Ler mais

 
 

Concurso público internacional 

Centro de inovação e ciência
Lituânia 

 
 
 
Propostas até 14 setembro

— Ler mais

 
 
 

Concurso público internacional  

Requalificação da Piazza Carrara, Bergamo

 
 
 
Propostas até 1 Setembro

— Ler mais

 
 
bolsa de emprego
 
 
Cbarq

Arquitecto/a tempo inteiro — Lisboa

 
 
 
 
Miguel Marcelino
Arquitecto/a tempo inteiro — Lisboa
 
 
 
 
Pica Arquitectos
Arquitecto/a tempo inteiro — Lisboa
 
 
 
 
formação
 
 
26, 27 e 28 de Julho
Sketchup II - Render e Fotomontagem
Esta formação pretende transmitir os conhecimentos necessários para produzir fotomontagens a partir de um modelo de Sketchup, utilizando o Gimp para a composição da fotomontagem e o Kerkythea como motor de render para produção de imagens realistas. A formação transmitirá um processo de trabalho de complementariedade entre os três programas que permite desenvolver tanto fotomontagens esquemáticas e conceptuais, como visualizações fotorrealistas.
 
 
 
 
Arq. João Queiroz e Lima

 
 
 
 
Universidade Lusíada de Lisboa
10h00–18h00 (21h) / 150 €

— Ler mais

 
 
 
28 e 29 de Julho
Reabilitação Estrutural de Edificado Antigo Corrente

Esta formação visa abordar os problemas mais comuns observados em estruturas de edificado antigo corrente, entendidos no contexto desta formação como edificações comuns em alvenaria e madeira, i.e. anteriores à utilização generalizada do betão armado. Pretende-se também apresentar ferramentas que ajudem à avaliação e reabilitação destas mesmas estruturas, recorrendo a casos práticos, com vista à salvaguarda e preservação do património construído.

 
 
 
Eng. Alexandre Costa, Eng. João Miranda Guedes e Eng. Tiago Ilharco - (NCREP)
 
 
 
Sede da OA
10h00 - 18h00 (14h) / 125 €
 

— Ler mais

 
 
outras notícias
 
 

Manuel Gomes da Costa (1921-2016)

 
 
 
Arquitecto era membro honorário da OA

— Ler mais

 
 

Casas nas Ilhas Selvagens podem vir a ser construídas

 
 
 
Primeira reunião de trabalho no passado dia 17 de Junho

— Ler mais

 
 

Prémio Arquitectos Agora 2016: os vencedores

 
 
 
Cerimónia de entrega decorreu no passado dia 30 de Junho

— Ler mais

 
 

Festival do silêncio
Mesa redonda na biblioteca da Ordem

 
 
 
“O contemporâneo vive nas fronteiras” foi o tema da mesa redonda, uma parceria com o Festival do silêncio

— Ler mais

 
 
 

Arquitectos na política activa reuniram em Tomar

 
 
 
Presidente e elementos da direcção da OASRS presentes

— Ler mais

 
 

Inscrições na Bolsa de Peritos Arquitectos

 
 
 
Candidaturas dirigidas ao CDN

— Ler mais

 
 

19 propostas a concurso para o Parque Urbano Cruz do Montalvão em Castelo Branco

 
 
 
Resultados conhecidos no final de Julho

— Ler mais

 
 
oa/oasrn
 
 
14º Congresso dos Arquitectos decorreu em Viseu
 
 
 
Espreite o que aconteceu
 
 
 
OASRN lança Revista UGGU
 
 
 
Porto
 
 
 
delegações
 
 

Exposição de Rui Carvalho na Delegação da Madeira
Até 26 de Agosto

 
 
 
Entrada livre

— Ler mais

 
 
 

Sessão#44 do Ciclo Projectar na Marinha Grande
4 de Agosto, às 19h

 
 
 
Entrada livre

— Ler mais

 
 

Canárias e Madeira no Sexta às 6
22 de Julho, às 16h

 
 
 
Entrada livre

— Ler mais

 
 
 

 
 
 

 
 
extra
 
 
A Mercearia do Vinho nasceu quando o Artur conheceu a Rita e a Catarina
 
Fazer representar numa área inferior a 40 metros quadrados as 14 regiões vinícolas nacionais para criar uma Mercearia do Vinho a partir de um espaço degradado e descaracterizado - este o desafio que Artur Paranhos colocou às arquitectas Rita e Catarina Almada depois de uma tentativa de planeamento com "sucessivos becos sem saída". "Percebemos que íamos ter de encontrar alguém especializado, um arquitecto". A solução estava afinal, ali mesmo ao virar da esquina (clique na imagem para ver o filme)
 
 
 
radar arquitectura
 
 

Walk & Talk Azores 2016
Ilha de São Miguel

 
 
 
Até 31 de Julho

— Ler mais

 
 
 

Eduardo Souto de Moura: Continuidade
Garagem Sul do CCB

 
 
 
Até 18 de Setembro

— Ler mais