Copy
Newsletter com a informação oficial da Rede Escolar Adventista em Portugal.
View this email in your browser

Educação para a Saúde 
nas Escolas Adventistas

Uma escola tem como parte integrante do seu currículo a temática da “Educação para a Saúde”. Uma Escola Adventista tem, para além desta exigência, um compromisso extra com o bem estar de toda a sua comunidade educativa. Esse compromisso resulta da posse, enquanto movimento denominacional, de uma mensagem sobre os princípios de saúde e estilo de vida muito próprios, apresentados na Bíblia Sagrada e no legado profético da Igreja Adventista do Sétimo Dia. A própria Declaração da Filosofia Educacional Adventista, pela qual as quase 8000 escolas adventistas de todo o mundo se regem, aponta que um aluno, ao finalizar o seu nível primário de estudos, deveria, entre outras coisas, “Conhecer e praticar princípios básicos de saúde e de um viver equilibrado”. Já um aluno do ensino secundário deveria, no final do seu percurso escolar, “Ter aprendido como fazer boas decisões e escolhas inteligentes, de modo a demonstrar a sua crença no corpo como um templo de Deus”. Tudo quanto poderá ser feito e está a ser feito nesta importante área nas Escolas Adventistas é precisamente dar a conhecer e possibilitar que os alunos e as suas famílias optem por colocar em prática tais conselhos de saúde. Fazendo uso da liberdade de escolha, deseja-se que cada interveniente, aluno, professor, auxiliar, aceite a verdade bíblica expressa em I Coríntios 6:19 sob a forma de uma interrogação:  “Não sabem que não pertencem cada um a si mesmo, mas que o vosso corpo é templo do Espírito Santo que receberam de Deus e que habita no vosso interior?”

Leia esta Newsletter e descubra o que está a ser feito nas Escolas Adventista em Portugal sobre a importante temática da Saúde, o grande enfoque da Igreja Adventista mundial para este ano de 2015.

Leia, reflita e partilhe…

Tiago Alves
Diretor do Departamento de Educação da UPASD
Construir  +  S A Ú D E  +  ALEGRIA  + VIDA ... !!! 
!!!  Construir o EU, o OUTRO, e o MUNDO … !!!
Oficina de Talentos, Lisboa

 

Estamos em maio. Um mês especialmente inspirador e revelador do renascimento anual que o Criador faz na natureza. Assiste-se ao espetacular renovar do planeta terra. As águas do mar acalmam-se. O sol parece até mais brilhante convidando a saudáveis caminhadas.  A neve nas altitudes das montanhas vai desaparecendo. A água, na sua forma líquida, fertilizante e hidratante, desliza cristalina, convidando-nos a utilizá-la. Os seres humanos, os animais, por terem na sua constituição uma grande parte desse vital mineral, sentem o desejo de o usarem mais abundantemente. A vida renasce em cada planta e em cada árvore. O canto das aves em louvor ao Criador pelo renascimento da vida convida-nos ao silêncio, à interioridade, a escutar a voz de Deus. O espírito eleva-se; a vontade fortalece-se e a esperança renova-se. Toda a natureza convida-nos  a sair e a admirar o milagre da vida renascida. As flores desabrocham em multicolores matizes. Os primeiros frutos coloridos da primavera surgem,  desafiando o nosso olhar e paladar.  

Num ambiente assim tão belo e acolhedor, todas as dimensões do ser humano podem ser melhor desenvolvidas de uma forma harmoniosa e consistente. Os benefícios do ar, do sol, da água, dos frutos, dos legumes e cereais, assim como o repouso, os bons relacionamentos e a confiança em Deus são insubstituíveis num estilo de vida  saudável com reflexos no nosso bem-estar diário

 

No decorrer deste triénio cujo mote “Construir o Eu, o Outro e o Mundo”, na Oficina de Talentos, temos aprendido que ter saúde é mais do que a ausência de doença. Ter saúde, afinal, é toda a nossa vida:  física, mental, social e espiritual. É uma forma de estar. É um estilo de vida (que adotamos ou rejeitamos). É obedecer às leis que foram dadas pelo nosso Criador, na Sua Palavra, a Bíblia. Leis que contribuem para sermos saudáveis em todas as dimensões: corpo, afetos, socialmente e espiritualmente. Estas aprendizagens, ao longo destes três anos, contribuíram para o nosso bem-estar nossa felicidade e fizeram-nos sentir mais perto e sintonizados com a fonte da Vida que é o nosso Criador.  


Aprendemos ainda que o nosso Criador fez este mundo tão belo  para nos manter saudáveis e felizes e criou cada um de nós com muito amor. É por isso que temos Valor para Jesus e para os outros.  É por isso que somos todos iguais em Dignidade.  Sentimo-nos gratos e felizes por sermos tão especiais! 


Com este conhecimento e alegria no nosso coração, muitos de nós decidiram, com a ajuda de Deus,  adotar no seu estilo de vida, os conselhos, que por amor, Jesus o Criador nos deixou  na Sua Palavra.  Acreditamos que só assim será possível construir em plenitude o nosso Eu e o dos Outros. Acreditamos que é Ele que mantém o nosso mundo e é Ele que o recriará para a nossa vida eterna.  “Vi então um novo céu e uma nova Terra; de facto, o primeiro céu e a primeira Terra desapareceram e o mar já não existe...” (Apoc. 21:1)

 

Juntemo-nos aos que decidiram pôr em prática o conselho do apóstolo Paulo: “Portanto, quer comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam tudo para dar glória a Deus.” ( I Cor. 10:31). 

 

 

Natividade Quintino, Coordenadora da Oficina de Talentos

Receita Saudável
Colégio Adventista
de Setúbal


O Colégio Adventista de Setúbal interessa-se na educação integral da criança onde a saúde física está contemplada. Este ano estamos a viver mais a saúde e incentivámos, os nossos alunos, a comerem mais fruta. Cada criança é incentivada a trazer uma peça de fruta para comer ao almoço e outra ao lanche. 

Comer fruta pode ser divertido e o CAS deixa-vos uma receita simples mas muito saborosa.

Espetadinhas de Fruta

Ingredientes para 2 pessoas:

  • 1 maçã,
  • 1 quivi,
  • 1 banana,
  • 4 morangos,
  • 4 pauzinhos de espetada.

Procedimento:

  1. Lava muito bem a fruta.
  2. Descasca, com uma faca apropriada à tua idade, a fruta.
  3. Corta a fruta aos pedacinhos.
  4. Coloca, alternadamente, pedacinhos de fruta. Termina com um morango.

Bom Apetite! 
 

Equipa do C.A.S.

Saúde e Sucesso Académico
Creche e Jardim de Infância Arco-Íris, Setúbal

No preâmbulo da Constituição da Organização Mundial da Saúde encontramos o seguinte: saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças.

Partindo desta definição, torna-se difícil enumerar atividades e momentos precisos e específicos em que com as crianças desenvolvemos o tema transversal – a saúde.

Compreendemos a educação para a saúde como experiências de aprendizagens contínuas que permitem à criança, como indivíduo e membro da sociedade, tomar decisões, alterar comportamentos e mudar condições sociais, transformando-as em reforços saudáveis.

Acreditamos também que saúde e sucesso académico andam de mãos dadas. Crianças saudáveis são seguramente melhores alunos e estes por sua vez tornar-se-ão em adultos bem-sucedidos e com comportamentos ajustados nas comunidades.

Faz parte do dia a dia de cada criança, a oportunidade de cuidar da sua higiene e saúde e de compreender as razões porque lava as mãos antes de comer, porque se agasalha no inverno e usa roupas mais quentes quando está calor, porque deve comer a horas certas e porque não deve abusar de determinados alimentos, porque abrimos a janela, separamos os resíduos, cuidamos dos animais, etc..

A tudo isto acrescentamos a aceitação, as boas relações humanas, a liberdade, a felicidade, a consciência das responsabilidades, o pensamento crítico, a comunicação, a segurança, a solidariedade, a tomada de decisões, justiça social, a violência o abuso e o risco.

Tal como para qualquer outra área curricular, será mais eficaz se formos coeducadores e as famílias estiverem envolvidas, complementando e reforçando, principalmente naquelas onde os valores familiares são especialmente importantes.

 “Filho meu, não te esqueças dos meus ensinos, e o teu coração guarde os meus mandamentos; porque eles aumentarão os teus dias, e te acrescentarão anos de vida e paz.” Prov. 3:1 e 2.

Diretora Pedagógica e TécnicaPaula Girão

Saúde e bem-estar
Externato Adventista do Funchal

O Externato Adventista do Funchal oferece atividades que vão beneficiar a saúde e o bem-estar dos seus alunos, bem como a dos seus pais. Uma das atividades que proporcionamos são aulas de culinária, onde ensinamos a confecionar pratos vegetarianos muito saborosos, variados e fáceis de preparar, com o intuito de que as nossas crianças possam desfrutar de uma boa saúde e de um rendimento escolar mais proveitoso. Outra atividade é o dia da família onde, sob liderança do professor de educação física, são realizados jogos que englobam toda a família, promovendo assim convívio e o fortalecimento dos laços familiares, incentivando-os a incluir estas atividades no seu dia a dia. Depois do esforço físico, proporcionamos outro momento de convívio, através de um pequeno lanche entre os professores, funcionários, pais e filhos. Além dos benefícios físicos desta atividade, a ela também comportam-se benefícios a nível emocional, espiritual e sócio-cultural de todos os presentes. 

No mesmo âmbito, foi realizada uma semana de oração cujo tema foi sobre a importância dos oito remédios naturais da natureza. A cada começo da manhã era ensinada a importância do ar puro, da água, da luz solar, do exercício físico, do domínio próprio, do descanso, da alimentação saudável e da confiança em Deus. 

Para colocarmos em prática o que ensinamos às nossas crianças sobre a importância de respirar ar puro, organizamos saídas ao ar livre, para que elas possam  usufruir dos remédios que Deus nos dá através da natureza. Nestas atividades mais dinâmicas, as crianças aprendem a respeitar o ambiente, não o danificando, mantendo-o limpo e tendo consciência da importância e da influência de cada detalhe da natureza no nosso bem estar.

No livro a Ciência do Bom viver, Ellen White diz que "o ar puro, a radiosa luz solar, as flores, as árvores, e o exercício ao ar livre são salutares e vivificantes". Apresento alguns conselhos que podemos encontrar no livro acima citado e num outro, Conselhos sobre o regime Alimentar, da mesma autora. Passo a citá-los:

  • andar pelo menos 30 minutos por dia;
  • beber 1L de água por cada 30Kg do seu peso;
  • não fazer exercício violento depois da refeição pois impede do trabalho digestivo, e sim um pequeno passeio com a cabeça erguida e os ombros para trás pois traz grandes benefícios;
  • não comer entre as refeições, dar um intervalo  pelo menos 5 a 6 horas entre as refeições;
  • não comer frutas e verduras juntas na mesma refeição porque produz acidez estomacal; daí resulta sangue impuro, e a mente não é clara porque a digestão é imperfeita;
  • duas refeições por dia são preferíveis a três;
  • para ter uma boa saúde é necessário restringir o apetite, comer devagar e somente uma variedade limitada em cada refeição;
  • evitar a utilização de aparelhos eletrónicos pelo menos 2 horas antes de ir dormir, pois a luz que estes aparelhos incidem têm a mesma luminosidade da luz solar do meio dia e o sono desaparece dificultando o adormecer;
  • ir para a cama cedo;
  • o exercício ao ar livre é o melhor; ele aviva e equilibra a circulação do sangue.
  • Se desejamos ter saúde e felicidade, devemos obedecer às leis da natureza! Já o sábio Salomão disse em Provérbios 1:7 " Respeitar o Senhor é verdadeira sabedoria; os insensatos desprezam o saber e a educação". 

Para terminar, não nos esqueçamos das sábias palavras " Meu filho, não te esqueças dos meus ensinamentos e guarda no teu coração hoje meus preceitos, eles aumentarão os teus dias de vida e te darão mais anos de prosperidade " Provérbios 4:7,8

 

Susana Encarnação, Auxiliar Educativa e Encarregada de Educação

Programa de Prevenção Tabágica no
Colégio Adventista de Oliveira do Douro

“Prevenir é melhor do que remediar”, já diziam os antigos, e não só. Os Programas de Prevenção Tabágica têm-se mostrado eficazes em reduzir o número de futuros fumadores e a escola é, por excelência, o local ideal para desenvolver estes programas. Estes programas fortalecem a ligação escola-aluno promovendo nos alunos a crença de uma escola que os acarinha e se preocupa com o seu bem-estar (Hopkins et al., 2007). Um estudo de 2009 refere que os alunos que se sentem mais ligados à sua escola são menos propensos a se envolverem em comportamentos de risco (Waters, Cross, & Runions, 2009, p. 517). 

Tendo por base estas considerações, o Programa de Promoção de Saúde “Não fumar é Fixe”, foi desenvolvido para adolescentes em ambiente escolar, e implementado no Colégio Adventista de Oliveira do Douro nos anos letivos de 2013/2014 e 2014/2015 para os alunos dos sétimo e oitavo anos. 

O Programa de Prevenção Tabágica “Não Fumar é Fixe” consiste em quatro módulos com a duração de 6 semanas. 

No primeiro módulo “Fumar não é nada Fixe” os alunos aprenderam, através de vários jogos divertidos e vídeos, as consequências negativas do tabaco na Saúde. 

No segundo módulo “Ser ou não ser Fixe” os alunos tiveram a oportunidade de ver desmistificados os motivos pelos quais os adolescentes começam a fumar, e perceber que na realidade a maioria dos adolescentes não fuma. 

O terceiro módulo “Eu sou Fixe, não fumo”, foi o mais prático de todos. Neste, através de vários diálogos em grupo, os alunos treinaram as suas capacidades de resistir à pressão social para fumar exercida por outros colegas.

 O quarto e último módulo “Não Fumar é Fixe” consistiu na gravação de um vídeo no qual os alunos tomaram individualmente e publicamente uma posição antitabaco. 

O objetivo final deste programa é o desenvolvimento de competências sociais nos adolescentes como fator de proteção em relação a comportamentos de risco tais como o começar a fumar.

Que Deus ajude estes adolescentes a fazerem escolhas saudáveis pela vida fora.

Sulianne Gouveia, PharmD

Online MPH Lifestyle Medicine Student

LLU School of Public Health

 

Referências:

Hopkins, G.L., McBride, D., Marshak, H.H., Freier, K., Stevens Jr, J. V.,  Kannenberg, W., … Duffy, J. (2007). Developing healthy kids in healthy communities: eight evidence-based strategies for preventing high-risk behaviour. Medical Journal of  Australia, 186, S70–S73.

Waters, S., Cross, D., & Runions, K. (2009). Social and ecological structures supporting adolescent connectedness to school: a theoretical model. Journal Of School Health79(11), 516-524.

Copyright © 2013 Departamento de Educação da UPASD, All rights reserved.
União Portuguesa dos Adventistas do Sétimo Dia
Rua Acácio Paiva nº35
1700-004 Lisboa