Copy
Newsletter com a informação oficial da Rede Escolar Adventista em Portugal.
View this email in your browser

A Adoração 
nas Escolas Adventistas
 

Uma Escola Adventista poderá estar longe do ideal de perfeição, afinal é constituída por professores, auxiliares e alunos falhos e carentes da graça redentora de Cristo. Mas, apesar disso, este é um lugar onde Deus é buscado diariamente em oração, em louvor e em adoração. Por essa razão, este lugar é único, uma porta do céu, uma ligação entre o Criador e as Suas amorosas criaturas. Como são vistas as Escolas Adventistas pelo mundo? E em Portugal? São encaradas como lugares de refúgio, de restauração de vidas, de preparação de obreiros para a causa do Senhor? Sim, um pouco de tudo isto, mas o que estes lugares possuem e jamais deverão perder de vista, é a missão de proporcionarem experiências e vivências espirituais marcantes e inesquecíveis às gerações de crianças e jovens. Este mês, convidamo-lo a conhecer um pouco mais o dia a dia nas Escolas Adventistas portuguesas, nomeadamente a forma como a adoração a Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo acontece. Boas leituras e não se esqueça de orar por este importante Ministério.

Tiago Alves
Diretor do Departamento de Educação da UPASD

Louvor, uma identidade apreendida...
Colégio Adventista de Oliveira do Douro

 

“- Professor, hoje não cantamos?” perguntam alguns alunos do 9º Ano logo na primeira hora da manhã! Esta pergunta é facilmente compreendida quando feita por alunos da pré, 1º ou 2º ciclos, mas estranha quando feita por alunos de 14 e 15 anos que já não manifestam grande à vontade e entusiasmo pelo louvor. “Sim, claro que sim! Alguém traz uma guitarra? O que preferem, “Fé a Arder” ou “Mensageiro”?” E assim se vive mais um começo de um novo dia de aulas. Professores e alunos unidos na reflexão matinal, no louvor a Deus e na oração de intercessão. Esta prática comum aos já 40 anos de história do CAOD, revela a identidade desta escola, uma escola onde Deus é buscado cada manhã. Sim, começar um dia de aulas desta forma é pura e simplesmente gratificante. Quantos alunos recordam esta prática e sentem falta da mesma quando ingressam noutra escola! “Nos primeiros dias, sentava-me no meu lugar e aguardava pela meditação. No entanto, ao meu redor, os meus colegas já abriam os livros e escreviam o sumário. Que diferença! Que saudade!”. Mas o dia continua… e quando se passeia pelos corredores e jardins não é de estranhar ouvir algumas melodias cristãs tocadas pelos próprios alunos nas suas guitarras, afinal a opção curricular pelo ensino da Guitarra em Educação Musical no 3º Ciclo sorte efeito! Que bom! E o que dizer dos mais novos da pré e do 1º Ciclo, que todos os dias trabalham ao som de melodias suaves e calmas, de música cristã! Mas os dias de Educação Musical são os mais aguardados e onde se percebe que o louvor faz parte da identidade do CAOD e que esta é rapidamente apreendida pelos seus alunos. Às vezes as paredes até estremecem, tal é o entusiasmo e o vigor! 

Mas voltemos ao início do dia e ao momento de oração. Cada dia do mês há um motivo específico pelo qual toda a escola ora. Laços de amizade, cumplicidade e responsabilidade são delineados com este antigo e sempre atual projeto. Quão bom é ver alunos e professores unidos em oração, adorando a Deus por tudo o que tem feito, agradecendo e suplicando pela Sua orientação. 

Nas semanas de oração deste ano, ocorridas no passado mês de janeiro, os momentos de louvor existiram e foram sempre protagonizados pelos próprios alunos. Cada turma dos 2º e 3º Ciclos presenteava os colegas com um tema musical diferente cada dia. Que vontade, que ânimo! Depois dos momentos de louvor, vinha o tema de reflexão. Este ano, o ano de ênfase na saúde, os pastores convidados apresentaram temas sobre a saúde do corpo e da mente, deixando importantes dicas e sugestões para os nossos alunos viverem mais e assim adorarem a Deus com todas as suas forças.

Não sabemos o que lhe parece, mas gostaríamos de, enquanto corpo docente do CAOD, transmitir-lhe que reconhecemos a presença de Deus no nosso meio e que procuramos fazer da adoração e do louvor realidades diárias. Nem tudo é perfeito, nem sempre essa adoração e louvor acontecem como desejaríamos, mas continuamos empenhados e apaixonados pela missão que Deus nos deixou, a de “Educar para a Eternidade”.
 

Docentes do CAOD

A adoração na
Creche e Jardim de Infância Arco-Íris e Colégio Adventista de Setúbal
 

“A música tem o potencial de nos influenciar para o bem ou para o mal, porque somos afetados pelo espírito que inspira cada peça musical.” 

Terry Law, Síntese do Artigo da Revista “Mensagem da Cruz”, página 11.
 

A educação musical na forma de louvor nas nossas escolas adventistas, nunca foi tão importante na educação das nossas crianças como nos dias de hoje. A música influencia as nossas crianças em todas as componentes das suas vidas, quer espirituais, quer cognitivas. A maneira como lhes é ensinado a louvar, vai influenciar a sua vida futura, como por exemplo, no louvor correto a dar ao nosso Deus.

“A música é importante para Deus porque faz parte da adoração que Lhe é rendida continuamente no céu.” 

Eurydice V. Osterman, O que Deus diz sobre a música, página 5
 

Sendo a música importante para Deus, é importante ensinar às nossas crianças como O louvar. É certo que não sabemos com clareza a maneira exata de como os anjos O louvam no céu mas sabemos, através das Sagradas Escrituras, que Deus é um Deus de ordem e de respeito, por isso devemos ter todo o cuidado na maneira como O adoramos.


A grande maioria das crianças que frequentam as nossas escolas vêm de lares não adventistas, ou até, em alguns casos, de lares que não professam uma religião. E por isso, o único ponto de referência que as nossas crianças podem adquirir de como louvar a Deus, é-lhes ensinado nas nossas instituições. Por esse mesmo motivo, nas aulas, nas festas de Natal e de fim-de-ano, ou até mesmo em outros eventos em que as nossas crianças participem com um momento de louvor, pode ser a única oportunidade de partilhar com os seus pais, familiares e a toda a comunidade que os rodeia, as nossas crenças, princípios e valores e até mesmo a forma como louvamos ao nosso Deus, como Adventistas do 7º Dia.

 

Emanuel Seixo – Professor de Música do Arco-Íris e do C.A.S.

Ensinar o Louvor
Oficina de Talentos, Lisboa

 

"Pela boca dos meninos e das criancinhas de peito tiraste o perfeito louvor?"
Mateus 21:26

 

Todos os dias, a manhã das nossas crianças na Oficina de Talentos começa com momentos de louvor a adoração a Deus. Desde as crianças da 1ª Infância, passando pelos meninos do 1ºCiclo até aos alunos do 2ºCiclo, todos iniciam o seu período letivo com meditação e oração. 

Cada grupo etário tem o um responsável por ministrar esses momentos às nossas crianças. A minha responsabilidade é de ministrar esse período aos alunos do 5º Ano, desde o início deste ano letivo. Para além da reflexão espiritual, temos sempre um momento posterior de oração e intercessão. Com alguma surpresa constatei que o aluno que orava após esse momento de reflexão, nunca mencionava na mesma algo que tivesse ligação aos momentos de meditação que tínhamos acabado de ter. É verdade que sempre havia a menção a algum pedido de intercessão por uma dificuldade que se estava a viver numa determinada família, ou alguma apreensão que tinha com respeito a um teste ou a uma matéria, mas nunca em resposta ao tema que tínhamos acabado de tratar.

Cheguei a interrogar-me acerca da qualidade, oportunidade e interesse dos temas abordados durante aquelas reflexões. De forma franca e aberta resolvi perguntar aos alunos sobre estas minhas inquietações. Durante essa conversa pude aperceber-me que o problema não estava na meditação em si, mas na falta de perceção, por parte deles, da necessidade de expressarem a Deus o que a reflexão suscitava como resposta neles.

A partir desse diálogo franco e aberto, tenho ouvido conversas com Deus que espelham ainda melhor o louvor e a gratidão por aquilo que o Senhor lhes dá a oportunidade de ouvirem e refletirem cada manhã através dos temas tratados.

Daniel Vicente, Capelão e Professor de EMRA

Adoração: Reflexões e Testemunhos!
Externato Adventista do Funchal

 

O que mais gostamos nesta escola são os momentos de capela, as meditações, os momentos em que cantamos e as aulas bíblicas. Ficamos felizes por poder fazer perguntas nas aulas bíblicas, pois assim ficamos a saber o que Deus fez por nós e pelo seu povo. 

    Quando cantamos para Jesus estamos a dar-Lhe louvor, exprimindo também o que sentimos por Ele. Através das músicas que cantamos sobre Jesus podemos ajudar as pessoas que não o têm no coração a conhecê-lo melhor. Às vezes, cantar dá-nos alegria porque sentimos que estamos com Jesus ao nosso lado. É uma sensação maravilhosa.

    Gostamos desta escola porque cada pessoa trata de nós com carinho e amor. Cada funcionário e cada professor têm um plano para o caráter de cada aluno, sabendo que poderá mudar a nossa vida. 

 

Rafaela, Raquel, Mariana e Sofia, alunas do 4.ºano 

 

Sinto que a adoração dos nossos três filhos se deve à experiência vivida por eles e à atuação de Deus em Suas instituições: Família, Escola Adventista e Igreja. 


Délia Bastos, Encarregada de Educação

 

 

O que acontecerá ao meu filho daqui a 5, 10, 15 anos? Não sei! Mas sei o que está acontecendo actualmente e a bênção que é ter o Guilherme a estudar no Externato Adventista. A educação adventista leva-o à Bíblia, o manual da vida, levando-o também a conhecer Jesus como nosso Salvador e o nosso melhor amigo. Obrigado aos professores cristãos que educam o nosso filho para servir os outros, preparando-o para relacionamentos afáveis e duradouros, levando outras crianças a Jesus. 

Desta forma, estão preparando o meu filho para, com fé, aguardar a segunda vinda do Messias. Diariamente, sentimos a influência da educação adventista, lembrando-nos da oração antes das refeições e recordando que, antes de deitar, façamos o culto de adoração e louvor a Deus.

 Obrigado a Deus por colocar nas nossas vidas, especialmente na do Guilherme, o Externato Adventista do Funchal. 

                    
Valdemar Gil, Encarregado de Educação 

 

 

Enquanto professora no Externato Adventista do Funchal considero-me uma privilegiada por poder transmitir aos meus alunos quão grande é o amor de Deus. Diariamente, procuro levá-los a estar em comunhão com Deus logo pela manhã. 

Sempre que começamos as aulas, é com satisfação que os meninos entoam canções dedicadas a Deus. É um momento de adoração ao Senhor que todos apreciam. 

Além dos momentos de louvor, a oração é outro dos meios para adorar a Deus. As crianças pedem a bênção de Deus para as atividades diárias e apresentam uma grande lista de pedidos e agradecimentos que farão parte das suas orações. Por vezes, sou surpreendida com a fé de alguns deles que, a cada obstáculo, confiam inteiramente no poder do seu amigo Jesus. Ao almoço, não deixam de reconhecer a dependência de Deus que lhes dá os alimentos, pedindo-Lhe que os abençoe. No final das aulas, agradecem pelas experiências vividas e pedem a Deus que os abençoe no resto do dia. 

Sempre que há oportunidade, a fé é integrada no ensino. Os alunos tomam contacto com as mais variadas histórias da Bíblia que tornam a aprendizagem de novos conceitos muito mais significativa. Muitos vêm algumas personagens bíblicas como seus super-heróis e reconhecem que os feitos que conseguiram se deveram à presença de Jesus nas suas vidas. Quinzenalmente, as crianças experimentam, com grande alegria, a aula de Capela. É impressionante o respeito que demonstram pelo local de culto e a felicidade com que louvam a Deus e ouvem experiências que os aproximam ainda mais de Deus. Por outro lado, as aulas de História Bíblica, embora sejam nas salas de aula, são também vividas com grande entusiasmo. A vinda do Pastor Rui à sala de aula é aguardada com grande ansiedade, esperando poder ouvir um pouco mais sobre a Bíblia. 

Outro dos momentos em que procuro incentivar as crianças a adorar o nosso maravilhoso Deus acontece sempre que fazemos alguma saída que nos permite um contacto mais direto com a natureza. Ao observar a maravilhosa natureza que Deus criou para nós, gosto que os alunos O reconheçam como criador e o louvem por isso. 

Todos os anos, têm a oportunidade de preparar a festa de Natal para apresentar a toda a comunidade. O principal objetivo desta comemoração é a adoração a Deus, lembrando aos pais e familiares a verdadeira essência dessa época festiva. Na Páscoa, vivem, com muito entusiasmo, a semana de oração, que a escola prepara para eles. São dias de aulas que se iniciam com uma ida à casa de Deus, ouvindo as mais fantásticas experiências relatadas na Bíblia. Melhor não pode haver! 

Acima de tudo, procuro mostrar-lhes, diariamente, que os seres humanos dependem inteiramente de Deus e que a nossa vida deve ser uma constante adoração ao Senhor.  

 

Ana Magalhães, professora do 3.º ano

 
Grupo de participantes e formadores do IV Encontro do Pessoal Não Docente da Rede Escolar ASD.

Graças a Deus pelos momentos de aprendizagem, de 
reflexão, de convívio e pelo excelente acolhimento da equipa da Clínica Vitasalus, em Penela.  

Saúde e Educação, os braços da Obra evangelística da Igreja Adventista.
Uma realidade a não esquecer!
Copyright © 2013 Departamento de Educação da UPASD, All rights reserved.
União Portuguesa dos Adventistas do Sétimo Dia
Rua Acácio Paiva nº35
1700-004 Lisboa