Copy
Newsletter com a informação oficial da Rede Escolar Adventista em Portugal.
View this email in your browser

Atreve-te a ser tolerante...
Projetos e Testemunhos das Escolas Adventistas

Foi durante o presente mês, mais propriamente no dia 16 de novembro, que se comemorou o Dia Internacional da Tolerância. Como é que este assunto é abordado, sentido e vivenciado nas Escolas Adventistas? O que nos diz a filosofia educacional adventista a propósito desta problemática tão atual e badalada? Atreve-te a ler a Newsletter deste mês e a descobrir o quão importante é que aprendamos a viver em sociedade quebrando todas as barreiras que teimosamente nos tentam separar, segregar ou marginalizar. Atreve-te a descobrir que uma Escola Adventista é inclusiva, não olha a credos, posição social ou económica, aceita todos os alunos, tentando potenciar neles aquilo que o poder transformador de Deus deseja e pode operar. Todo o ser humano, por ter sido criado por Deus, é igual e merecedor de tratamento e oportunidades iguais. Um Escola Adventista deve ser, por isso, um lugar de oportunidades, de aceitação e de construção de atitudes respeitosas.

Por todo isto e por tudo o que viveres no futuro, atreve-te a ser tolerante, a aceitar e a suportar o teu próximo, a amá-lo como a Deus e a ti mesmo.


Tiago Alves
Diretor do Departamento de Educação da UPASD

"Atrevo-me a ser tolerante!"

Colégio de Talentos
 

A propósito do Dia Internacional da Tolerância (que se celebra anualmente a 16 de novembro), os alunos do 6º ano integrados no Projeto de Ensino Individual em Lisboa, dedicaram uma aula de História e Geografia de Portugal para reflectirem sobre o que significa este dia e o que pode ser praticar a tolerância no quotidiano.

Depois de lermos alguma informação sobre o surgimento deste dia internacional aprovado pela UNESCO em 1995, vimos um pequeno vídeo do UNRIC (Centro Regional de Informação das Nações Unidas) e redigimos composições individuais – das quais extraímos, em jeito de testemunho, um parágrafo de cada aluno:

 

«Existem pessoas com outros tons de pele, pessoas pobres e com religiões diferentes. No meio dessa diversidade devemos respeitar a todos».

Diogo Lima

 

«Somos diferentes, mas se virmos bem, temos muita coisa em comum com as outras pessoas. Temos de ter em conta as coisas boas em vez das coisas de que gostamos menos. Se assim fizermos evitaremos ter ódio pelas outras pessoas que parecem diferentes.»

Rafaela Pontes

 

«Aprendi, em aulas anteriores de HGP, que, no passado, existiam escravos que viviam em condições desumanas, que eram transportados da sua terra em barcos com destino ao Brasil. Eles levavam muitas chicotadas para serem obrigados a trabalhar. Também já ouvi falar que na América os “negros” trabalhavam para os “brancos” e que até nem se podiam sentar em certos sítios, ir a certos bairros, etc…

O racismo é um péssimo exemplo para as crianças, por isso é que deve haver tolerância!»

Daniela Peralta

 

«Para mim é importante celebrar o Dia Internacional da Tolerância porque sem ele não tínhamos liberdade religiosa, ainda existiram escravos e outras coisas muito desagradáveis. Sem tolerância não poderia estar na escola que estou, nem poderiam existir outras escolas como o CAOD, o Arco-íris e as Escolas Adventistas de Setúbal e do Funchal.»

Daniel Trindade

 

Concluímos a nossa aula compreendendo que, sempre que há respeito por todas as diferenças, é possível que as crianças vivam em harmonia nas suas escolas e que os adultos convivam de forma salutar. Mesmo que os preconceitos nos “tentem” a excluirmos aqueles que nos parecem desiguais, o nosso lema será: “atrevo-me a ser Tolerante”!

 

Profª Cármen Maciel em colaboração com os alunos do 6º ano de HGP


Harmonia na Diferença...
Externato Adventista do Funchal
 

A tolerância é o respeito, a aceitação e o apreço da riqueza e da diversidade das culturas do nosso mundo. É fomentada pelo conhecimento, a abertura de espírito, a comunicação e a liberdade de pensamento, de consciência e de crença. A tolerância é a harmonia na diferença. Não só é um dever de ordem ética, como também uma necessidade política e jurídica. 

A tolerância é uma virtude que torna a paz possível e contribui para a sua existência. Ser tolerante é uma atitude ativa fundada no reconhecimento dos direitos universais da pessoa humana e das liberdades de cada um. A tolerância deve ser praticada por todos. Ser tolerante não significa tolerar a injustiça social, nem renunciar às próprias convicções. A prática da tolerância significa que todas as pessoas têm a livre escolha das suas convicções e aceita que o outro desfrute da mesma liberdade. 

Significa aceitar o facto de que os seres humanos, seja pela diversidade de seu aspeto físico, da sua situação, do seu modo de se expressar, dos seus comportamentos e dos seus valores, têm o direito de viver em paz e de ser tais como são. Significa também que ninguém deve impor as suas opiniões aos outros.

É com esta perspetiva e pensamento que procuramos incentivar os nossos alunos a se atreverem, diariamente, a ser tolerantes. Seja na elaboração das regras da sala de aula, através de jogos, diálogos ou meditações, as crianças são levadas a tomar consciência da necessidade de respeitar e ser tolerante com todas as pessoas que nos rodeiam. Este é um trabalho constante, realizado sob muita oração e orientação vinda de Deus. Só assim seremos pessoas felizes, quer na escola, quer junto das nossas famílias. 

 

“Nossas palavras devem ser impecáveis, nosso espírito paciente, bom, tolerante, longânimo, manifestando por nossas palavras e atos que aprendemos de Jesus e estamos ainda aprendendo na escola de Cristo...”


E.G.W., Olhando para o alto (Carta 25, 1980), p. 132

Daniela Moreira, Professora e Diretora Pedagógica


Jesus... um exemplo de tolerância!
Colégio Adventista de Setúbal
 

O dia 16 de Novembro foi instituído pela ONU  como o Dia Internacional para a Tolerância.

Mas afinal o que é ser Tolerante?

Como podemos transmitir este valor dentro da sala de aula?

A tolerância é a disposição de admitir nos outros, modos de pensar, de agir e de sentir diferentes dos nossos.

Será uma virtude ou um defeito “ser tolerante”?

Há limites para a tolerância?

A melhor resposta é-nos dada por Jesus. A sua vida foi um exemplo de tolerância, cheia de amor pelo próximo. Se queremos que as nossas crianças "vejam" Jesus devemos atrever-nos a absorver no nosso ser a tolerância, tornando-a parte de nós.

Sabemos que na sala de aula misturam-se várias culturas, etnias, grupos e hábitos diferentes. Como professores, precisamos estar atentos a situações de natureza discriminatória e de exclusão. É necessário entender o problema e os desafios que daí surgem para serem trabalhados na escola.

É imperativo que os alunos aprendam a respeitar a diferença e para isso é necessário estar atento, procurar reconhecer e incorporar, no espaço da sala de aula, a diversidade ética e cultural que caracteriza a nossa sociedade.
Precisamos ter a noção de que nenhuma forma de discriminação ocorre no vazio. Dessa forma, nós, professores, temos de ter consciência da nossa posição dentro e fora da sala de aula.

Estamos todos preocupados com o aumento da violência e devemos definir a escola como um espaço neutro onde o saber é importante, mas não é o único objetivo.
O ambiente escolar é muito mais do que um ambiente de aprendizagem, tem de ser um lugar tranquilo e um ambiente saudável. É onde o respeito e a amizade estão presentes. Para desenvolver esse ambiente, o professor é o motor e o principal impulsionador.

Um professor amável, alegre, entusiasta, que tem prazer em ensinar, e sobretudo, que tem Jesus no seu coração, é um ótimo construtor de um ambiente saudável de amizade e bem-estar.

Atreve-te a sê-lo!

Marta Machado, Professora e Diretora pedagógica


Tolerar é...
Creche e Jardim de Infância Arco-Íris
 

A creche e Jardim de Infância Arco Íris ATREVEU-SE a pedir no dia em que se celebra a Tolerância, a colaboração de encarregados de Educação, bem como dos colaboradores, para definirem a palavra que realça o dia 16 de novembro.

TOLERAR É:

  • ULTRAPASSARMO-NOS A NÓS MESMOS PARA DARMOS MAIS IMPORTÂNCIA AO OUTRO! (Maria)
  • É SERMOS FLEXÍVEIS PERANTE UMA SITUAÇÃO QUE NOS DESAGRADA. (Cátia Miranda)
  • É RESPEITAR OS OUTROS, TAL COMO QUEREMOS QUE NOS RESPEITEM. (Rita Campos)
  • É GOSTAR DA PAULA, MESMO ELA SENDO DO SPORTING! (Cristina Picanço) 
  • É ACEITAR E RESPEITAR O PRÓXIMO, DENTRO DOS LIMITES DO CIVISMO E VALORES.(Cristina Picanço)
  • É ACEITAR A TIMIDEZ DA MINHA FILHA «…»(Lina Calisto)
  • É TENTAR PERCEBER A VISÃO DE OUTRA PESSOA SEM PRECONCEITOS. (família Botas)
  • É SER FLEXÍVEL NAS NOSSAS IDEIAS E CONVICÇÕES. DE ACORDO COM OS VALORES E PRINCÍPIOS QUE MAIS DEFENDEMOS E ACREDITAMOS ASSIM SOMOS MAIS OU MENOS TOLERANTES PERANTE DIFERENTES SITUAÇÕES. TENHO ALGUMA DIFICULDADE EM SER TOLERANTE COM A MENTIRA, FALSIDADE, EGOÍSMO, FALTA DE EDUCAÇÃO. MAS ACHO QUE CONSIGO TOLERAR MAIS FACILMENTE O NÃO CUMPRIMENTO DE ALGUMAS REGRAS. (Florbela Lopes)
  • É ENTENDER AS NECESSIDADES E PROBLEMAS DOS OUTROS. (Belmira Santos)
  • É RESPEITAR AS IDEIAS DOS OUTROS, EMBORA EU NÃO PENSE DA MESMA FORMA. (Sílvia Braga)
  • É PÔR-SE NO LUGAR DO OUTRO. (Dolores Pires)

Será TOLERAR o mesmo que RESPEITAR? Terão significados práticos iguais ou diferentes? Podemos tolerar sem respeitar, mas será que podemos respeitar sem tolerância?

Respeitamos ações que contribuem para a vida e para o mundo. 

Respeitamos e admiramos algumas pessoas de acordo com o quanto ou com o que contribuem para o mundo. Tudo isto, mesmo que o seu estilo de vida e cultura sejam radicalmente diferentes da nossa.

Respeitamos nós ações ou pessoas cujas ações sejam destrutivas? 

Por outro lado, não podemos esperar que essas pessoas alterem o seu comportamento destrutivo, de um dia para o outro, ou inclusive que alguma vez o queiram fazer. Será aqui que temos que tolerar?

 Prefiro ser respeitada por aquilo que sou, por aquilo que penso e por aquilo que faço, do que ser tolerada. Tolerar transmite-me um certo ar de arrogância e de capacidade de conhecimento diferenciado, mantendo o tolerante num patamar acima.

Mas quando tolero, é nessa posição que me coloco?

Talvez fosse bom aprendermos a não tolerar a nossa incapacidade de respeitar!


Paula Girão, Diretora Técnica


 

«Não estou de acordo com aquilo que dizeis, mas lutarei até ao fim para que vos seja possível dizê-lo.»

Voltaire

 

O resultado mais importante da educação é a tolerância.

Hellen Keller


12 anos a aprender a ser tolerantes...
Colégio Adventista de Oliveira do Douro
 

Juntamos diferentes culturas, juntamos diferentes raças, juntamos diferentes países, juntamos diferentes religiões, juntamos diferentes pessoas. Confusão e desordem? Não, aceitação e tolerância. É o que observamos diariamente aqui, no Colégio Adventista de Oliveira do Douro.

É o que temos vindo a aprender e a aperfeiçoar ao longo destes doze anos em que estudamos aqui, e não poderíamos estar mais gratas por esta lição tão importante!

 Desde pessoas de outros continentes até pessoas com sotaques diferentes vindas de Portugal, todos têm o seu lugar aqui, são todos aceites e todos imprescindíveis e insubstituíveis aos olhos desta comunidade.
 

A tolerância é talvez o valor que mais nos foi transmitido desde que ganhamos consciência do mundo ao nosso redor, não só o sermos tolerantes com a religião de cada um mas também o sermos tolerantes com os gostos que são diferentes dos nossos, com as ideias que não coincidem com as nossas ou com as mais variadas opiniões. Somos também tolerantes com os estilos de vida diferentes, pois sabemos que todos devem ser aos nossos olhos como são aos olhos de Deus: todos diferentes no seu interior, recebendo um tratamento igual e ser igualmente amados por Ele.
 

É por isso que, a tolerância é dos valores mais importantes que adquirimos nesta instituição, porque cada um é especial mas juntos somos mais!

 

As alunas finalistas do 9º Ano, Beatriz Pinhel e Rute Ribeiro

Colégio Adventista de Oliveira do Douro na TVI, uma escola comprometida com a tolerância que promove um estilo de vida saudável.
Atreve-te a ver...
Rede Escolar ASD no programa Caminhos da RTP2... 
Atreve-te a ver ou a rever...
Copyright © 2013 Departamento de Educação da UPASD, All rights reserved.
União Portuguesa dos Adventistas do Sétimo Dia
Rua Acácio Paiva nº35
1700-004 Lisboa