Copy
View this email in your browser

"Porque acha que me devo promover como especialista?"


Não deve só promover-se, antes disso dever tornar-se um especialista.

Há muito tempo o mercado, deixou de comportar em massas para passar a atuar em nichos. E sabemos que esses mesmos nichos estão cada vez mais específicos e personalizados.
Depois porque sermos especialistas é também uma forma de nos diferenciarmos da concorrência.

Mas já que estamos a conversar sobre comunicação, deixe-me dar-lhe um exemplo concreto de um cliente, era um atelier de Design Gráfico.
Sabe quantos serviços diferentes podem estar associados a um atelier de design?

Muitos! Muitos mesmo!
Desde logótipos, iconografia, sinalética, paginação, embalagens, webdesign... ás vezes até tipografia, ilustração, programação, fotografia, animação, etc...

Precisando a sua empresa de um novo logótipo, na altura da decisão de compra, você optava por um atelier que só faz logótipos ou uma genérica?
É claro que a resposta está na empatia, na identificação com o portefólio, etc...
Mas se nos abstrairmos disso, o que escolheria?


Deixe-me dizer o que eu escolheria. Um atelier especialista.
Da mesma forma que se tiver um problema de saúde também vou a um médico especialista. Da mesma forma que se quiser restaurar uma moto vou a um especialista.
Eu só não contrato um especialista, quando o trabalho metódico e mecânico, quando é sempre a mesma coisa.

É ao atuarmos e demonstrarmo-nos como especialistas, que os clientes nos vêm como a pessoa indicada para resolver determinado problema.


RECOMENDAMOS

A CAUDA LONGA
Chris Anderson
Website
Email
Facebook
YouTube
GRAPHITHÈQUE - CONSULTORIA E GESTÃO DE MARCAS
Rua Rui Faleiro 154 | Porto 4150-644 | 222 444 524






This email was sent to <<e-mail>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Graphithèque - Consultoria e Gestão de Marcas · Rua Rui Faleiro, 154 · Porto 4150-645 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp